O que é e como tratar gengivite?

Para quem não sabe, gengivite é uma forma leve de doença periodontal caracterizada pela inflamação das gengivas, que é super comum. Continue a leitura para saber mais!

gengivite

o que é gengivite?


Você já viu alguém com as gengivas aparentemente inchadas ou super avermelhadas na parte mais próxima dos dentes? É bem provável que essa pessoa esteja com gengivite.

A doença, que é super comum entre os adultos, trata-se de uma inflamação gengival, que na maior parte das vezes, acontece por falta de bons hábitos de saúde bucal.

Tendo em vista que a inflamação pode acarretar prejuízos a saúde bucal, e até mesmo gerar consequências mais graves, como perda de dentes, é super importante tratar assim que os primeiros sintomas aparecem.

o que causa gengivite?

A gengivite, na maioria dos casos, pode aparecer quando os restos de comidas passam a se acumular com muita frequência nos dentes. Ou seja, quando não há uma escovação dental eficaz e o bom uso do fio dental, que é recomendado utilizar pelo menos 1 vez ao dia.

Quando nosso organismo detecta que há uma multiplicação das bactérias e a formação de placas bacterianas, o próprio corpo tenta se defender do processo inflamatório, gerando os primeiros sintomas de alerta.

Abaixo, selecionamos alguns outros fatores que podem favorecer o aparecimento da gengivite.

quais os fatores de risco para gengivite?


Apesar da falta de limpeza bucal ser a principal causa para da gengivite, existem algumas atitudes que podemos tomar no nosso cotidiano que podem contribuir para as inflamações gengivais.

São elas:

  • Fumar;

  • Ganho excessivo de peso

  • Gravidez;

  • Diabetes;

  • Uso de Anticoncepcionais;

  • Alterações hormonais

  • Déficits no sistema imunológico

  • Menopausa

  • Deficiência de vitaminas

tipos de gengivite

Assim como outras doenças bucais, a gengivite pode aparecer por diferentes contextos. Veja abaixo os tipos de gengivite.

  • Gengivite alérgica - Pode ocorrer no indivíduo devido à reações alérgicas.

  • Gengivite associada a outras doenças — Pode estar associada à problemas como a herpes labial ou outras doenças bucais

  • Gengivite ulcerativa necrosante — Um dos tipos de gengivite mais graves e mais raros, em que o processo inflamatório das gengivas pode gerar úlceras (feridas) na boca.

quais são os principais sintomas da gengivite?

Antes de mais nada, é importante dizer que os sintomas da gengivite podem variar de acordo com o ponto que a doença está.

Veja abaixo alguns dos sintomas mais comuns:

  • Gengivas inchadas e avermelhadas;

  • Sangramentos durante o uso do fio dental ou durante a escovação;

  • Maior sensibilidade e dor na mucosa;

  • Mau hálito;

  • Surgimento de tártaros;

  • Formação de bolsas na região próxima dos dentes;

Vale ressaltar que a gengivite é um estado inicial de inflamação, ou seja, esses sintomas podem ser bem discretos no início do processo inflamatório. É com o passar do tempo que a inflamação vai ficando mais severa e os sintomas mais notórios.

como tratar a gengivite?

Assim como a gengivite é uma doença fácil de surgir, ela também é uma doença fácil de ser tratada. Quando o caso é mais simples e o paciente vai até o dentista no início do aparecimento dos sintomas, o profissional consegue melhorar o aspecto da inflamação ao realizar uma limpeza dental.

A partir da remoção dos tártaros e placas bacterianas, basta que o paciente tenha uma mudança de comportamento e melhore seus hábitos , lembrando de escovar os dentes e usar o fio dental após as refeições diariamente.

Os novos hábitos já conseguem reverter a gengivite. Apenas em casos graves é recomendado o uso de medicação para deter a multiplicação das bactérias.

se a gengivite não for tratada, o que acontece?


Apesar da gengivite ter esse caráter 'discreto' por conta de seus sintomas, é fundamental lembrar que as gengivas e os tecidos que sustentam os dentes estão sendo afetados e sendo prejudicados.

Portanto, se a gengivite não for tratada, o caso pode piorar e se intensificar cada vez mais. Ou seja, o que era algo em apenas uma região da gengiva, pode se alastar para toda a boca e criar uma inflamação maior e mais profunda, que precisará de intervenções clínicas mais complexas.

No caso da evolução para periodontite, que citamos acima, o que acontece é um processo de deterioração e desgaste, que faz com que os dentes amoleçam, ou seja, ameaçam a dentição permanente do indivíduo.

Você pode estar pensando "Mas e se eu tratar a doença com o dentista?". Sim, isso será um ótimo começo para não agravar ainda mais o seu caso. No entanto, a periodontite tem caráter crônico, fazendo com que o paciente precise de acompanhamento por um bom tempo.

como prevenir a gengivite?

Para prevenir gengivite ou qualquer outra doença bucal, é necessário manter os cuidados com a saúde bucal em dia.

Além dos cuidados diários de escovação e fio dental, é interessante ainda optar por alimentos menos açucarados e mais ricos em fibras, por exemplo, que além de fazer bem para a saúde da boca, também fazem bem para a sua saúde como um todo.

Consultas periódicas com o dentista também são uma ótima forma de prevenir essa proliferação de bactérias e acúmulos entre os dentes. A recomendação é que seja feita uma limpeza dental a cada 6 meses.

não deixe de consultar seu dentista

Vale lembrar que o tratamento de gengivite precisa ser feito com a ajuda de um especialista.

Utilizar receitas caseiras ou se automedicar sem a avaliação de um profissional pode acarretar consequências mais graves e oferecer riscos para sua saúde como um todo.